Polícia

Secretário de Justiça afirma que Estado tem arcado com despesas de presos federais

O secretário da Sejusp (Secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública), Wantuir Jacini, afirmou na manhã de hoje, durante a cerimônia de incineração de drogas que, o Estado está tendo que arcar com a estadia dos presos federais.  “Não estamos recebendo nada do MJ (Ministério da Justiça) para manter estes presos em estabelecimentos penais […]

Arquivo Publicado em 15/04/2014, às 13h04

None
1843461506.jpg

O secretário da Sejusp (Secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública), Wantuir Jacini, afirmou na manhã de hoje, durante a cerimônia de incineração de drogas que, o Estado está tendo que arcar com a estadia dos presos federais. 

“Não estamos recebendo nada do MJ (Ministério da Justiça) para manter estes presos em estabelecimentos penais estaduais, pelo contrário,  Mato Grosso do Sul tem arcado com R$ 20 milhões para a manutenção e guarda deles”, explica. 
Jacini revelou que só no ano passado foram detidas 18,7 mil pessoas em Mato Grosso do Sul, destas, mais de 12 mil permaneceram presas e pelo menos mil, estão envolvidas em crimes federais. “Considero desproporcional o número de presos como o da população do Estado, ou seja, estamos tendo gastos altos, e não está vindo ajuda do governo federal para colaborar”, diz. 
Além de desconhecer qualquer verba que o Estado ou a Sejusp tem recebido do governo federal para manter qualquer tipo de preso federal, Jacini considera a população carcerária de Mato Grosso do Sul a maior do país. “É um número que assusta e isso ocorre porque muitos destes presos correspondem ao crime de tráfico de drogas”, conclui.

Jornal Midiamax