Polícia

Policial que acusa Bieber de racha teria má conduta

O policial de Miami que parou Justin Bieber no mês passado por ele estar tirando racha tem má conduta em seu histórico, segundo informações do site TMZ. O oficial Steven Cosner escreveu em seu relatório policial, na ocasião, que observou os carros dirigidos por Bieber e o amigo, o rapper Khalil Amir Sharieff, no meio […]

Arquivo Publicado em 20/02/2014, às 14h18

None

O policial de Miami que parou Justin Bieber no mês passado por ele estar tirando racha tem má conduta em seu histórico, segundo informações do site TMZ.

O oficial Steven Cosner escreveu em seu relatório policial, na ocasião, que observou os carros dirigidos por Bieber e o amigo, o rapper Khalil Amir Sharieff, no meio de um racha, em alta velocidade. De acordo com a publicação, a velocidade relatada pelo policial não bate com a que o sistema de GPS mostrou.

Representantes legais de Bieber dizem acreditar que Cosner está mentindo e afirmam que agora eles têm certo poder e provas.

O TMZ teve acesso a documentos que revelam que Cosner foi acusado por má conduta 15 vezes – de 2001 a 2012. Desses casos, o policial não teria aparecido na corte por 5 vezes. Ele foi punido apenas com advertências verbais e escritas. Os problemas ocorreram por conduta ofensiva, dormir durante trabalho, entre outras.

O advogado de Bieber vai levar o assunto adiante. De acordo com ele, Cosner não apareceu no tribunal, pois não queria ser colocado em juramento. Ou seja, se você mentir sob juramento, nos Estados Unidos, pode ser processado.

Bieber, de 19 anos, foi detido em 23 de janeiro em Miami Beach, na Flórida. O cantor admitiu aos agentes, após sua detenção, que tinha fumado maconha, bebido cervejas e ingerido pastilhas de prescrição antes de ser preso. De acordo com a polícia, ele “cheirava fortemente a álcool”.

Jornal Midiamax