Polícia prende trio suspeito de praticar furtos em residências na região do Rita Vieira

A Polícia Civil prendeu três jovens que acredita serem os responsáveis por uma série de furtos em residências na região do bairro Rita Vieira, em Campo Grande. Com eles, os policiais encontraram munição, drogas e aparelhos de televisão que teriam sido furtados. Foram presos Gabriel Gimenez da Silva, de 20 anos; João Paulo Sednsuss da […]
| 25/07/2014
- 22:08
Polícia prende trio suspeito de praticar furtos em residências na região do Rita Vieira

A Polícia Civil prendeu três jovens que acredita serem os responsáveis por uma série de furtos em residências na região do bairro Rita Vieira, em . Com eles, os policiais encontraram munição, drogas e aparelhos de televisão que teriam sido furtados.

Foram presos Gabriel Gimenez da Silva, de 20 anos; João Paulo Sednsuss da Silva, de 19 anos, o ‘Gordinho’; e Rafael Maciel Valadão, de 24 anos, o ‘Grafite’, apontado como líder do bando. O último furto supostamente praticado pelo grupo ocorreu no dia 23 de julho.

Segundo o delegado Tiago Macedo, do 4º DP, os ladrões monitoravam as casas e escolhiam imóveis com vizinhança pouco habitada. No caso do dia 23, esperaram o dono da casa e vizinhos saírem, depois arrombaram o portão e a porta principal, furtaram televisão, netebook e até roupas.

 

A Polícia Civil começou a apurar o caso, identificando o Uno branco de ‘Grafite’ como sendo o veículo usado nos furtos. O primeiro a ser preso foi Gabriel, no bairro Estrela Parque, e com ele os agentes encontraram duas munições 9 milímetros, 450g de maconha e 14 papelotes de cocaína.

Gabriel entregou o vizinho, ‘Gordinho’, apontando-o como integrante do grupo. Este, por sua vez, ao ser preso disse ter dividido com o colega R$ 800 obtidos com a venda do aparelho de TV furtado no dia 23.

Depois, os policiais chegaram até ‘Grafite’. Com ele, foram encontrados 25 papelotes de cocaína e vários televisores, que os agentes acreditam serem furtados.

 

Grafite, ainda conforme a polícia, seria quem levantava as informações sobre as vítimas potenciais. Também é apontado como responsável por manter contato com o que a polícia acredita ser uma rede de receptadores.

O trio foi autuado por associação criminosa, porte ilegal de arma, tráfico de drogas e furto qualificado pelo concurso de pessoas. A Polícia Civil ainda procura pelos receptadores e quer comprovar se os três praticaram outros crimes semelhantes na região.

 

Veja também

Um caminhão da Solurb, concessionária responsável pelo manejo de resíduos sólidos de Campo Grande, atolou...

Últimas notícias