Polícia

Familiar de desaparecido em MS desmente críticas à polícia e envolvimento de “poderosos”

Eduardo Baliero, 36 anos, cunhado do tratorista Jorge de Ávila, de 35 anos, que está desaparecido há dois meses, pediu retratação após a publicação de matéria em que Eduardo acusa a Polícia Civil de Bela Vista de “corpo mole” nas investigações. “Não quis dizer isso, apenas cobrei os policiais respostas de como anda o caso”, […]

Arquivo Publicado em 26/02/2014, às 11h11

None

Eduardo Baliero, 36 anos, cunhado do tratorista Jorge de Ávila, de 35 anos, que está desaparecido há dois meses, pediu retratação após a publicação de matéria em que Eduardo acusa a Polícia Civil de Bela Vista de “corpo mole” nas investigações.

“Não quis dizer isso, apenas cobrei os policiais respostas de como anda o caso”, declarou. O familiar também nega ter dito que ele ou a família do tratorista suspeite que o sumiço de Jorge envolva “poderosos”.

O caso

O tratorista Jorge de Ávila, de 35 anos, está desaparecido desde o dia 29 de dezembro de 2013. Jorge, que tomava conta de uma chácara no assentamento Caracol, em Bela Vista, foi visto pela última vez no Bar do Gilsão. Desde então ele e sua moto não foram mais encontrados. A Polícia Civil de Bela Vista investiga o caso.

Jornal Midiamax