Polícia

Dez homossexuais são presos após encontro na Jordânia

As autoridades da Jordânia prenderam “dez gays e lésbicas” por terem participado de um encontro em Amã, indicou nesta quinta-feira um oficial da segurança. “O governador administrativo do setor de Marka, Adnane Qatarneh (no leste da capital), ordenou a prisão de dez homossexuais que organizaram na quarta-feira uma recepção em um salão para se conhecerem”, […]

Arquivo Publicado em 27/02/2014, às 19h00

None

As autoridades da Jordânia prenderam “dez gays e lésbicas” por terem participado de um encontro em Amã, indicou nesta quinta-feira um oficial da segurança. “O governador administrativo do setor de Marka, Adnane Qatarneh (no leste da capital), ordenou a prisão de dez homossexuais que organizaram na quarta-feira uma recepção em um salão para se conhecerem”, declarou à AFP.

“As prisões aconteceram para evitar problemas à ordem pública”, acrescentou, sem dar mais detalhes. A homossexualidade não é ilegal na Jordânia, mas não é bem vista neste reino conservador. Uma outra autoridade indicou que “não há leis na Jordânia sobre casos ligados à homossexualidade”.

“Cabe a cada governador administrativo decidir como lidar com este tipo de questão, incluindo optar por uma período de detenção”, relatou. Em seu último relatório sobre a situação dos direitos Humanos na Jordânia, o departamento de Estado americano denunciou as discriminações sofridas pelos homossexuais.

“As discriminações legais e pela sociedade, bem como o assédio, continuam a ser um problema para as mulheres, as minorias religiosas, os convertidos, e membros da comunidade de gays, lésbicas, bissexuais e transexuais”, indicou.

Jornal Midiamax