Polícia

Três homens e uma mulher são presos por pescar na época de piracema

Policiais Militares Ambientais de Aparecida do Taboado (MS) prenderam ontem pela manhã (12) quatro pessoas que pescavam em período de piracema, ao realizar vistoria fluvial no município durante a Operação Carnaval. Os policiais surpreenderam os pescadores, sendo três homens e uma mulher, no rio Quitéria. Com eles foram apreendidos, quatro molinetes, um caniço e 5 […]

Arquivo Publicado em 13/02/2013, às 14h20

None

Policiais Militares Ambientais de Aparecida do Taboado (MS) prenderam ontem pela manhã (12) quatro pessoas que pescavam em período de piracema, ao realizar vistoria fluvial no município durante a Operação Carnaval. Os policiais surpreenderam os pescadores, sendo três homens e uma mulher, no rio Quitéria. Com eles foram apreendidos, quatro molinetes, um caniço e 5 kg de pescado.

Um turista, residente em Tanabi (SP), de 55 anos, uma mulher de 45 anos e dois homens, de 48 e 64 anos, residentes em Aparecida do Taboado, receberam voz de prisão. Todos foram conduzidos à delegacia de Polícia Civil de Aparecida do Taboado, juntamente com o material apreendido.

Eles foram autuados em flagrante por crime ambiental de pesca predatória e poderão sair após pagamento de fiança. No entanto, se condenados poderão pegar pena de um a três anos de detenção. Cada autuado também foi multado administrativamente em R$ 1.000,00.

Com estes, são seis pescadores presos na região de Selvíria e Aparecida do Taboado durante a Operação Carnaval, finalizada na manhã de hoje (13).

Alerta

A exceção do pesque e solte na calha do rio Paraguai, a PMA informa que a única pesca permitida neste período na bacia do Rio Paraguai e nos rios de domínio do Estado de Mato Grosso do Sul, na Bacia do Paraná é a pesca de subsistência, de manutenção da vida.

Jornal Midiamax