Polícia

Operação da polícia do Paraná prende brigões de Atlético-PR x Vasco

Uma operação da Polícia Civil do Paraná, denominada “Cartão Vermelho”, entrou em vigor nesta quinta-feira para prender os torcedores envolvidos na briga generalizada nas arquibancadas da Arena Joinville, em 8 de dezembro, no jogo entre Atlético-PR e Vasco, pela última rodada do Campeonato Brasileiro. Segundo informações da TV Globo, 16 mandados de prisão e um […]

Arquivo Publicado em 19/12/2013, às 12h18

None

Uma operação da Polícia Civil do Paraná, denominada “Cartão Vermelho”, entrou em vigor nesta quinta-feira para prender os torcedores envolvidos na briga generalizada nas arquibancadas da Arena Joinville, em 8 de dezembro, no jogo entre Atlético-PR e Vasco, pela última rodada do Campeonato Brasileiro.

Segundo informações da TV Globo, 16 mandados de prisão e um de busca e apreensão foram expedidos. Até o momento, seis torcedores foram presos – quatro em Curitiba e dois em Santa Catarina. Destes detidos, cinco são do Atlético-PR e um do Vasco.

Um dos mandados de prisão é em nome de Giuliano Borghetti, ex-vereador por Curitiba, que ainda não foi encontrado.

As torcidas organizadas de Atlético-PR e Vasco entraram em confronto e paralisaram por mais de uma hora a partida válida pela última rodada do Brasileiro, que terminou em vitória por 5 a 1 do time paranaense e rebaixamento da equipe carioca. As cenas de selvageria resultaram em três torcedores hospitalizados, um em estado grave.

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) puniu os dois clubes pelo ocorrido. O Atlético-PR, mandante da partida, perdeu 12 mandos de campo e terá que jogar metade dessas partidas com portões fechados, além de receber multa de R$ 140 mil. Já o Vasco perdeu oito mandos – também metade com portões fechados – e foi multado em R$ 80 mil.

Jornal Midiamax