Polícia

Polícia encontra mais 152 óculos furtados na casa de estoquista da Ótica Diniz

Após a prisão do proprietário das Óticas Veneza, Jorge Donizetti Alves, 48 anos, suspeito de comprar produtos de origem ilícita e revender na loja, a polícia compareceu ontem até a residência de Márcio L., estoquista de uma das Óticas Diniz e encontrou mais 152 óculos de sol furtados. Ele repassava os produtos ao representante comercial, […]

Arquivo Publicado em 20/01/2012, às 16h12

None
1251741663.jpg

Após a prisão do proprietário das Óticas Veneza, Jorge Donizetti Alves, 48 anos, suspeito de comprar produtos de origem ilícita e revender na loja, a polícia compareceu ontem até a residência de Márcio L., estoquista de uma das Óticas Diniz e encontrou mais 152 óculos de sol furtados. Ele repassava os produtos ao representante comercial, identificado como Ismael e depois vendia os produtos para Jorge, por um preço abaixo do mercado. Os três estão presos.

“O Jorge sabia que os óculos custavam R$ 52 para revenda, mas os adquiria por R$ 38. Na casa do Márcio, a esposa disse que ele tinha uma renda de R$ 1 mil, mas que recentemente começou a aparecer com dinheiro extra. Nós não sabemos o tempo certo dos desvios, mas desconfiamos que eles acontecem há pelo menos seis meses. Ontem, dentro da ótica, nós também gravamos a conversa com o Jorge, para ter uma prova de tudo o que foi dito por ele”, conta o delegado.

O caso continua sendo investigado pela 1° D.P. (Delegacia de Polícia), que tem o prazo de 30 dias para concluir o inquéirto.

Jornal Midiamax