Polícia

Polícia Civil não encontra ossada de Eliza e termina buscas em sítio

O delegado Alex Araújo Soares, da Polícia Civil de Minas Gerais, informou no fim da tarde desta terça-feira, que nada foi encontrado durante as buscas à ossada de Eliza Samudio, em um sítio na região metropolitana de Belo Horizonte. O local, antiga propriedade do goleiro Bruno, em Esmeraldas, foi informado como possível esconderijo dos restos […]

Arquivo Publicado em 28/08/2012, às 20h44

None

O delegado Alex Araújo Soares, da Polícia Civil de Minas Gerais, informou no fim da tarde desta terça-feira, que nada foi encontrado durante as buscas à ossada de Eliza Samudio, em um sítio na região metropolitana de Belo Horizonte. O local, antiga propriedade do goleiro Bruno, em Esmeraldas, foi informado como possível esconderijo dos restos mortais da modelo, através de uma denúncia recebida pela polícia, na noite da última segunda-feira.


Soares informou que a procedência da denúncia foi verificada de acordo com os acontecimentos, e dada como verídica. Apesar disso, ele acredita ser muito difícil haver algo no endereço denunciado. As buscas foram encerradas sem a necessidade de utilização de retroescavadeira.


Desde o começo da manhã desta terça-feira, as equipes do Corpo de Bombeiros aguardavam autorização do proprietário do local para iniciarem as buscas. Após conversa com representante legal do atual dono da propriedade, o grupo conseguiu entrar e iniciar os trabalhos de escavação, por volta das 14h30min. Um perito do Instituto de Criminalística, dois bombeiros e uma retroescavadeira chegaram ao local durante a tarde.


O delegado acredita que a denúncia tenha sido feita com o propósito de atingir o atual proprietário, pois, segundo Soares, teriam ocorrido alguns problemas durante o final de semana que possibilitariam essa conclusão.

Jornal Midiamax