Polícia

Polícia analisa imagens de execução de militar em posto de combustíveis

Os homens da 4ª Delegacia de Polícia analisam neste momento as imagens de circuito interno do posto de combustíveis Caravaggio, na saída para São Paulo, onde ocorreu a execução do subtenente Carlos José Silveira, 39 anos, da Polícia Militar. Segundo o delegado Devair Francisco, responsável pelas investigações, as imagens não são muito claras, mas demonstram […]

Arquivo Publicado em 17/12/2012, às 18h38

None

Os homens da 4ª Delegacia de Polícia analisam neste momento as imagens de circuito interno do posto de combustíveis Caravaggio, na saída para São Paulo, onde ocorreu a execução do subtenente Carlos José Silveira, 39 anos, da Polícia Militar.


Segundo o delegado Devair Francisco, responsável pelas investigações, as imagens não são muito claras, mas demonstram parte da ação.

“Vamos fazer o melhoramento das imagens e tentar identificar os autores. Dá para ver um dos homens, que após os tiros segue para um carro de cor escura, aparentemente um veículo Fiat Punto”, afirma o delegado ao Midiamax.


A vítima também aparece nas imagens, atingida sem possibilidade de defesa. O policial teve ao todo 19 perfurações no corpo. “Estamos no início das investigações. Já ouvimos quatro testemunhas, fizemos exames periciais no veículo e recolhemos cápsulas no local”, conta o delegado.


Uma das linhas de investigação, de acordo com o delegado, seria queima de arquivo, principalmente pela vítima já ter sido presa durante a operação Fumus Malus, que combatia o contrabando de cigarros vindos do Paraguai.

Jornal Midiamax