Polícia

Após prisão de 4 por desordem, grupo incendeia posto policial em Anhanduí

Guarnição se deslocou para a Capital para trazer presos e parte do grupo que tinha conseguido fugir incendiou o local em represália. Policial afirma que a delegacia teve perda total e, em diligências, o restante do bando foi pego.

Arquivo Publicado em 17/06/2012, às 14h00

None
199901260.jpg

Guarnição se deslocou para a Capital para trazer presos e parte do grupo que tinha conseguido fugir incendiou o local em represália. Policial afirma que a delegacia teve perda total e, em diligências, o restante do bando foi pego.

Nove pessoas, entre dois adolescentes e uma mulher já estão presos na delegacia após causarem tumulto e depredações em uma festa junina, além de incendiarem o posto policial da BR-163, no distrito de Anhanduí, distante a 55 quilômetros de Campo Grande.

Segundo a Polícia Militar, havia três policiais de plantão no local. Eles foram acionados durante a madrugada deste domingo (17), por volta das 2h, e prenderam quatro vândalos por desordem. A guarnição então se deslocou a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga para trazer os presos e o posto policial ficou vazio.


Em represália a prisão dos comparsas, parte do bando que tinha conseguido fugir incendiou o posto policial. “Acredito que deu perda total do pelotão. Eles queimaram móveis, televisão, antena e tudo mais que tinha lá dentro”, disse um dos policiais que atendeu a ocorrência.


Uma guarnição dos bombeiros também foi chamada, mas quando chegou ao local à estrutura do posto já tinha afetada. E, durante esta manhã a perícia e o tenente Caiçara, da Polícia Militar, estiveram no posto, realizando levantamentos.

Jornal Midiamax