Como forma de protesto contra as precárias condições de trabalho, agentes da Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal lotados nas fronteiras do país, desencadearão ‘operação padrão’ na quinta-feira (24), reivindicando imediata implantação de sistemática de concursos e remoções, além da implantação de um adicional para o trabalho nas fronteiras.

Haverá manifestação defronte o Ministério da Justiça, em Brasília, e deve contar com policiais de Mato Grosso do Sul além de Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso, Tocantins, Acre, Roraima, Rondônia, Amazonas, Maranhão, Pará e Distrito Federal.

Hoje são 800 policiais federais responsáveis pelos 16 mil quilômetros de fronteiras com Uruguai, Argentina, Paraguai, Bolívia, Peru, Colômbia, Venezuela, Guiana, Suriname e Guiana Francesa. O movimento foi decidido no início do mês durante assembleia realizada pela Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), em Brasília.