A cliente abriu a bolsa para atender ao celular e guardou o próprio casaco, mas um segurança a abordou e acusou de furto.

Uma mulher de 58 anos procurou a polícia para fazer um boletim de ocorrência de calúnia, onde, segundo ela, foi acusada de ser ladra, em uma loja de roupas na rua Treze de Maio em Campo Grande, na manhã desta segunda-feira (7).

Ela conta que olhava peças de roupas na loja quando seu celular que estava dentro da bolsa tocou. Com isso teve de tirar e guardar um casaco que também estava dentro da bolsa.

Na saída, a mulher foi abordada por um segurança que não teria se identificado e que ela acreditou ser um assaltante. O mesmo teria dito que ela era uma ladra e que chamaria a polícia.

No momento em que a polícia chegou à mulher abriu a bolsa onde estava somente o casaco. A PM orientou que a vítima fosse à delegacia.