Polícia

Falsos investigadores são presos com armas e mais de 7 mil munições

Três homens que se passavam por peritos criminais da Agência de Inteligência Civil de posse de munições e armas numa falsa viatura, foram presos durante Operação Sentinela realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) às 03h de ontem (17), no Km 11 da BR 267em Bataguassu. Receberam voz de prisão, Cassiano Moreno, 35, Clóvis Cordeiro da […]

Arquivo Publicado em 18/10/2010, às 17h03 - Atualizado em 23/02/2021, às 14h16

None

Três homens que se passavam por peritos criminais da Agência de Inteligência Civil de posse de munições e armas numa falsa viatura, foram presos durante Operação Sentinela realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) às 03h de ontem (17), no Km 11 da BR 267em Bataguassu.

Receberam voz de prisão, Cassiano Moreno, 35, Clóvis Cordeiro da S. Filho, 32, e um jovem de 23 anos, que estavam em um Prisma com placas de São Paulo, utilizada como suposta viatura descaracterizada, equipada com aparelhos de uso restrito policial (sirene estrobo).

A PRF encontrou 7.700 munições calibre 22, 100 munições calibre 380, 50 munições calibre 32, 90 munições calibre 12, dois aparelhos de choque, 25 pacotes de espoletas para recarga, com cerca de 25000 espoletas, e uma pistola calibre 22 marca Sig Sauer dentro do carro.

Com eles a polícia também apreendeu 03 carteiras de perito criminal e dois distintivos com a mesma designação. Os três foram conduzidos à Delegacia de Polícia Federal de Três Lagoas.

Jornal Midiamax