A polícia espanhola prendeu quatro turistas italianos acusados de praticar um coletivo contra uma brasileira na madrugada de domingo, 7, na ilha de Maiorca, na .

Segundo a polícia, a brasileira conheceu um dos italianos durante uma festa em uma casa noturna na cidade de Palma, e decidiram ir ao apartamento em que ele estava hospedado. Saíram da boate, foram ao imóvel e, segundo a polícia, teriam mantido relações sexuais. Mas em seguida três italianos com quem o rapaz dividia o apartamento chegaram e então teria ocorrido um , com a participação dos quatro italianos.

A brasileira conseguiu fugir do imóvel e levou consigo o passaporte de um dos acusados. Ela procurou a polícia e denunciou o grupo.

Os policiais identificaram o apartamento dos italianos, foram até lá e prenderam os quatro. Segundo a polícia, eles tinham passagens de volta para a Itália para o próprio domingo, horas após o suposto crime. Agora estão à disposição da Justiça espanhola.