O porta-voz do governo argentino, Manuel Adorni, afirmou nesta segunda-feira, 20, que espera que o governo espanhol se desculpe publicamente pelas declarações feitas por várias autoridades locais contra o presidente do país, Javier Milei.

Em entrevista coletiva, o representante disse que há “insultos, injúrias e desqualificações” por parte da administração espanhola.

Por outro lado, sobre os questionamentos do primeiro-ministro Pedro Sánchez às declarações recentes feitas por Milei, Adorni disse que se “funcionários espanhóis querem reclamar das críticas feitas por Milei ao socialismo e à corrupção, não é um problema da nossa República”.