Papa Francisco visita setor de oncologia pediátrica durante internação em Roma

Esta é a terceira vez que Francisco vai ao setor de oncologia pediátrica do Gemelli
| 15/06/2023
- 10:27
Papa Francisco
Papa Francisco (Reprodução, Redes Sociais)

O papa Francisco visitou na manhã desta quinta-feira, 15, as crianças internadas no setor de oncologia pediátrica do Hospital Policlínico Universitário Agostino Gemelli, em Roma. O pontífice está internado na mesma instituição, desde quarta-feira da semana passada, dia 7, para se recuperar de uma cirurgia de intestino à qual foi submetido por causa de uma hérnia incisional.

Conforme informações do Vaticano, o pontífice também cumprimentou a direção do hospital que o acolheu pela terceira vez, após a cirurgia de 2021, em razão de uma diverticulite, e a hospitalização em março deste ano por bronquite infecciosa.

Durante a visita, o papa demonstrou às crianças a sua proximidade, o seu carinho, a sua emoção, em meio a carinho e bênção, segundo o Vaticano. "Uma forma também para agradecer a elas a preocupação que tiveram em enviar-lhe na sexta-feira da semana passada, 9, dois dias após sua cirurgia, uma carta desejando-lhe uma rápida recuperação. "A carta veio acompanhada de desenhos e de uma escultura com a escrita: sempre contigo".

 

Esta é a terceira vez que Francisco vai ao setor de oncologia pediátrica do Gemelli. A primeira, conforme mencionado anteriormente, em julho de 2021, e a segunda em 31 de março deste ano quando, depois de doar Rosários e ovos de chocolate, também batizou um bebê.

Ao saber da internação do papa, a mãe do pequeno Miguel Angel foi ao Gemelli para deixar sua homenagem ao sumo pontífice. Ela levou um cartaz com fotos de sua família e uma mensagem de felicitações. "Ao saber, Francisco fez questão de telefonar para agradecê-la", disse ainda o Vaticano.

Relembre as internações do papa

 

Desde que foi eleito em 2013, o papa Francisco já passou por três internações. A primeira foi em julho de 2021, quando foi submetido a uma intervenção cirúrgica devido a uma diverticulite A segunda internação foi em 29 de março deste ano, pouco mais de dois meses, quando ficou hospitalizado para tratar uma bronquite infecciosa. Na quarta-feira passada, em caráter de emergência e sob anestesia geral, o pontífice foi operado devido ao risco de obstrução intestinal.

Ele deve permanecer hospitalizado por mais vários dias, segundo o Vaticano informou anteriormente. "A permanência na unidade de saúde durará vários dias para permitir o curso normal do pós-operatório e a recuperação funcional completa."

Neste meio tempo, o sumo pontífice também sofreu crises de ciática ou dores nos nervos, que dificultaram a caminhada e a postura. Mais recentemente, ele distendeu os ligamentos do joelho e teve uma pequena fratura em um joelho que o obrigou a usar uma cadeira de rodas e andador por mais de um ano.

 

No ano de 1957, em sua terra natal, a Argentina, Francisco, então na faixa dos 20 anos, também sofreu de uma grave infecção respiratória que obrigou os médicos a removerem parte de um pulmão.

Veja também

Segundo o Hamas, ataque foi em retaliação pelo assassinato de mulheres e crianças

Últimas notícias