O papa Francisco, de 86 anos, “melhora progressivamente” e continua seguindo o tratamento indicado, segundo informou nesta quinta-feira, 30, o porta-voz da Santa Sé, Matteo Bruni. O sumo pontífice foi internado na tarde de quarta-feira, 29, no Agostino Gemelli, em Roma, com quadro de infecção respiratória.

Francisco descansou “bem” durante a noite e esta manhã, depois de tomar café, leu alguns jornais e “retomou o trabalho” no quarto no 10º andar do hospital, o mesmo onde passou por cirurgia no intestino em 2021. Antes do almoço, também foi à capela do quarto para rezar e assistir à missa, de acordo com o .

Mais cedo, o Hospital Agostino Gemelli havia informado que o papa  apresentou melhora e tem quadro estável. O Corriere Della Sera, citando fontes médicas, disse que o sumo pontífice passou uma noite tranquila e acordou cedo, como de costume.

Ainda nesta quinta-feira, o papa  disse que “está comovido” com as inúmeras manifestações de solidariedade que recebeu desde que foi internado na quarta-feira. “Estou comovido com as muitas mensagens recebidas nestas horas e expresso a todos a minha gratidão pela proximidade e oração”, escreveu Francisco, que tem 86 anos, em sua conta oficial no Twitter.

Infecção respiratória

De acordo com comunicado de quarta-feira do Vaticano, o papa  sofre de uma infecção respiratória “que exigirá alguns dias de tratamento médico apropriado no hospital”. Matteo Bruni havia descartado infecção por covid-19. “Os testes mostraram que ele tinha uma infecção pulmonar que exigirá vários dias de terapia médica”, disse Bruni em seu comunicado.

Hospital Agostino Gemelli informou ainda que Francisco está alerta e sereno. Ele foi submetido a uma tomografia computadorizada de tórax e a outros exames médicos. Não foi divulgada previsão de alta.

Futuros compromissos com o chefe da foram cancelados até sexta-feira, 31. É provável que o pontífice celebre a missa de Domingo de Ramos, marcada para 2 de abril, direto do quarto hospitalar, como fez todos os dias durante a internação anterior em julho de 2021 no mesmo hospital para uma cirurgia no intestino.

Será necessário, no entanto, ver como evolui o estado de saúde do sumo pontífice no hospital, onde é acompanhado pelo seu enfermeiro pessoal, Massimiliano Strappetti, segundo os meios de comunicação locais, para saber se poderá participar dos muitos eventos da Semana Santa em que sua presença está programada.

Ainda de acordo com o jornal Corriere della Sera, o papa  começou a sentir dores no peito e problemas respiratórios imediatamente após a audiência geral realizada na quarta-feira na Praça de São Pedro, e quando já estava em sua residência, na Casa Santa Marta, foi aconselhado a ir ao serviço de cardiologia do hospital romano para se submeter a exames.

Sua internação causou surpresa, pois o Vaticano comunicou inicialmente que o sumo pontífice havia sido hospitalizado “para exames previamente agendados”, sem mencionar qualquer motivo, mas o papa

 tinha uma entrevista marcada naquela mesma tarde para um programa da televisão pública RAI, que teve de ser cancelada. (Com agências internacionais).

Saiba Mais