Um comandante do grupo jihadista encarregado de atentados terroristas na Europa foi morto em um ataque com drone liderado pelos no noroeste da . O anúncio foi feito pelo Comando Central dos EUA para o Oriente Médio (Centcom) nesta terça-feira, 4.

O homem foi morto na segunda-feira, 3, tendo sido identificado como Khalid Aydd Ahmad al-Jabouri. A declaração militar acrescentou que a sua morte “perturba temporariamente a capacidade da organização de fomentar ataques no exterior”.

O Observatório Sírio dos Direitos Humanos, um monitor de guerra da oposição síria, disse na segunda-feira que uma pessoa foi morta num ataque com drone perto da aldeia de Kefteen, controlada pelos rebeldes.

A investida foi a última de uma série de ataques nos últimos anos contra militantes ligados à Al-Qaeda e membros do Estado islâmico no noroeste da Síria. A maioria das pessoas mortas pelos ataques dos EUA na província de Idlib, detida pelos rebeldes nos últimos anos, fazia parte da Al-Qaeda. O comando dos EUA não especificou onde o ataque teve lugar na Síria, mas disse que nenhum civil foi ferido ou morto na ação.

Desde a vitória sobre o Estado Islâmico na Síria em 2019, diversas tropas norte-americanas continuam instaladas no nordeste do país como parte da coligação anti-jihadista e continuam atacando suspeitos membros da organização.

Em outubro de 2019, Washington anunciou a morte do líder do grupo, Abu Bakr al-Baghdadi, durante uma ação das forças especiais dos EUA no noroeste da Síria. (Com agências internacionais).