Agentes da Interpol realizou a “Black Bay’ (Baía Negra), no Departamento do no Alto Paraguai. O foco é a desarticulação de grupos especializados no contrabando de madeira que também estaria agindo em cidades brasileiras.

A operação também busca evidências de prática de ambientais na tríplice fronteira entre Paraguai, Brasil e Bolívia. Segundo Interpol, foram identificadas propriedades dedicadas à ilegal e ao tráfico de madeira e também de animais silvestres.

Até o momento foram presas 23 pessoas, sendo também identificados outros seis suspeitos. Oito das detenções estão ligadas a uma perigosa rede criminosa transnacional asiática envolvida no tráfico global animais silvestres.

Saiba Mais