O ministro da defesa de falou, nesta quinta-feira, 19, às tropas terrestres para estarem prontas para entrar em Gaza, embora não tenha dito quando a invasão começará. Em um encontro com a infantaria na fronteira com a Faixa de Gaza, Yoav Gallant ordenou que as forças “se organizassem, ficassem prontas” para uma ordem para entrar.

“Quem vê Gaza de longe agora, verá de dentro”, disse ele. “Eu prometo”. Israel concentrou dezenas de tropas ao longo da fronteira com Gaza após o ataque do grupo terrorista Hamas, no dia 7 de outubro. Desde então, o país tem declarado publicamente que pretende invadir por terra a Faixa de Gaza como resposta – o que algumas autoridades temem resulte em um “banho de sangue”.

“Agora, nossas manobras vão levar a guerra para o território deles (do Hamas). Será longo, será intenso, os melhores comandantes e soldados estão aqui”, declarou Gallant em um vídeo divulgado pelo Exército de Israel.

A última invasão terrestre israelense em grande escala de Gaza foi em 2014, durante uma guerra de 50 dias entre Israel e o Hamas que matou milhares de palestinos e dezenas de israelenses. Os tanques e as tropas terrestres israelenses invadiram o enclave costeiro em uma tentativa de destruir a do Hamas, levando a combates mortais em túneis e nas ruas densamente povoadas de Gaza.

Nesta quinta-feira, 19, Israel atacou a Faixa de Gaza com ataques aéreos, inclusive no sul, onde os palestinos foram instruídos a se refugiar.

Saiba Mais