A audiência virtual sobre a acusação de um esquema de corrupção no Peru comandado pelo presidente Pedro Castillo foi interrompida acidentalmente por um vídeo de dança do modelo e stripper brasileiro Ricardo Milos na última quarta-feira (15). A audiência foi realizada para que as autoridades judiciais decidissem se a acusação de corrupção seria investigada.

De acordo com o portal Aventuras na História da UOL, a interrupção aconteceu quando o promotor de justiça Samuel Rojas apresentava sua defesa para a investigação do caso. Um vídeo divulgado pela Reuters demonstra a reação do homem ao ver a dança. “Estão mostrando imagens muito sugestivas”, comentou o homem.

Após o acontecido, a reunião foi suspendida para que a situação se normalizasse.

A gravação do vídeo foi exibida pelo perfil de Benji Espinosa, advogado do presidente, que já se manifestou dizendo que não foi responsável pela exposição do vídeo.

Sobre o esquema de corrupção, os advogados de Pedro Castillo afirmaram durante a audiência que o presidente não pode ser investigado durante seu mandato, por ter imunidade.