Presidentes da Polônia e Países Bálticos vão a Kiev, em sinal de apoio

A informação não pôde ser verificada, e não há clareza de quão significativo seria o feito se confirmado
| 13/04/2022
- 08:47
Presidentes da Polônia e Países Bálticos vão a Kiev, em sinal de apoio
Foto: Reprodução

Os presidentes da Polônia e dos Países Bálticos - Estônia, Letônia e Lituânia - viajaram para Kiev nesta quarta-feira, 13, num gesto de apoio à , após o presidente russo, Vladimir Putin prometer seguir adiante com a ofensiva que já dura sete semanas.

Os líderes dos quatro países - todos integrantes da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) que temem a perspectiva de também enfrentarem ataques da Rússia se a Ucrânia sucumbir - vão se reunir com o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky.

Em uma das batalhas mais cruciais da guerra, a Rússia anunciou que mais de 1.000 soldados russos se renderam na cidade sitiada de Mariupol. A informação não pôde ser verificada, e não há clareza de quão significativo seria o feito se confirmado.

Nesta terça, Putin insistiu que Moscou "não tinha outra escolha" além de invadir a Ucrânia e argumentou que a ofensiva tem o objetivo de proteger pessoas em áreas do leste ucraniano e garantir a segurança da própria Rússia. Ele também prometeu que a prosseguirá até ser "totalmente concluída". Fonte: Associated Press.

Contato

Veja também

O telefonema não consta da agenda oficial de Bolsonaro

Últimas notícias