A forte onda de frio causada por uma mortífera tempestade de inverno que assola boa parte dos deve continuar nesta semana, com pessoas no oeste do Estado de enfrentando nevascas que prejudicam viajantes pelo país, cancelaram centenas de voos e deixaram rodovias em situação perigosa. Pelo menos 34 mortes relacionadas à tempestade foram registradas e há expectativa de mais vítimas, em quadro também com dezenas de milhares de residências e negócios sem fornecimento de energia.

O clima extremo vai dos Grandes Lagos, perto do Canadá, até o Rio Grande, na fronteira com o México. Cerca de 60% da população dos EUA enfrenta algum tipo de alerta relacionado ao clima, e as temperaturas tiveram quedas drásticas do leste das Montanhas Rochosas até os Apalaches.

No domingo, 25, o Serviço Nacional Meteorológico disse que o fim do vento frio ártico deve ser um processo “lento a moderado”. Em Buffalo (NY), com força de furacão e neve provocam problemas e paralisam esforços de resposta emergencial. Fonte: Associated Press.