Mundo

Deputados aprovam legalização do aborto na Argentina

Um projeto de lei que pretende legalizar o aborto foi aprovado na manhã desta sexta-feira (11), na Argentina. A lei foi aprovada na Câmara dos Deputados. O projeto de lei, que prevê a interrupção legal da gravidez até a 14ª semana, é apoiado pelo presidente Alberto Fernández, segundo publicado na CNN Brasil. “Estou convencido de […]

Gabriel Neves Publicado em 11/12/2020, às 09h13

Cor verde se tornou símbolo à favor do aborto legal na América Latina. (Foto: Reprodução/El País)
Cor verde se tornou símbolo à favor do aborto legal na América Latina. (Foto: Reprodução/El País) - Cor verde se tornou símbolo à favor do aborto legal na América Latina. (Foto: Reprodução/El País)

Um projeto de lei que pretende legalizar o aborto foi aprovado na manhã desta sexta-feira (11), na Argentina. A lei foi aprovada na Câmara dos Deputados.

O projeto de lei, que prevê a interrupção legal da gravidez até a 14ª semana, é apoiado pelo presidente Alberto Fernández, segundo publicado na CNN Brasil.

“Estou convencido de que é responsabilidade do estado cuidar da vida e da saúde de quem decide interromper a gravidez”, disse Fernández em um vídeo postado no Twitter no mês passado, antes de enviar o projeto ao Congresso.

Na véspera diversos manifestantes pró-legalização se encontraram em frente ao Congresso argentino agitando lençóis verdes, marca registrada de apoio à legislação que deve definir o tom para uma mudança mais ampla na América Latina.

O texto foi aprovado pelos deputados com 131 favoráveis e 117 votos contrários após mais de 20 horas de debate. Agora, o projeto segue para o Senado, onde uma votação mais apertada é esperada.

Jornal Midiamax