Mundo

Tempestade Kai-Tak diminui após deixar 3 mortos nas Filipinas

Mais de 200 mil pessoas foram afetadas

Aliny Mary Dias Publicado em 17/12/2017, às 12h01

None

Mais de 200 mil pessoas foram afetadas

A tempestade Kai-Tak perdeu força nas últimas 24 horas enquanto viaja pelo centro das Filipinas, onde causou três mortes e deixou seis desaparecidos. Ao todo, 221.953 pessoas foram afetadas pelas inundações e deslizamentos de terra.

Urduja, o seu nome local, se transformou em uma borrasca com ventos constantes de 55 km/h e rajadas de até 90 km/h que se move em direção sur-suroeste a 15 km/h, informou hoje (17) o serviço meteorológico filipino.

Apesar disso, as fortes chuvas que acompanham a tempestade ainda são uma ameaça para a população em forma de inundações e deslizamentos de terra.

Os mortos são uma criança que perdeu a vida em uma enchente, um adulto que morreu num deslizamento de terra e um pescador que sofreu um acidente, segundo o Conselho Nacional de Gestão e Redução do Perigo de Desastre.

Pelo menos duas pontes e 19 trechos de estradas ficaram intransitáveis e 15.534 pessoas estão abrigadas em diferentes portos devido ao cancelamento das viagens marítimas.

Foram cancelados também 57 voos nacionais desde o dia 13 por causa da Kai-Tak, deles pelo menos 21 neste domingo.

Jornal Midiamax