Mundo

Paris criará abrigos para refugiados em outubro, afirma prefeita

Alojamentos devem receber entre 350 e 600 pessoas

Norberto Liberator Publicado em 06/09/2016, às 12h45

None
imigrantes.jpg

Alojamentos devem receber entre 350 e 600 pessoas

Paris deve abrir seu primeiro centro de recepção transitória para refugiados, com capacidade para abrigar cerca de 400 pessoas. Segundo a prefeita, Anne Hidalgo, o local deve ser iniciado em outubro. Outros alojamentos devem ser iniciados também este ano, com capacidades diversas.

Os abrigados devem ficar no centro entre cinco a 10 dias, no qual poderão descansar, passar por exames médicos e receber ajuda psicológica, de acordo com Hidalgo. O centro é destinado a “homens sozinhos”.

A prefeita da capital francesa afirma que, até o fim do ano, cerca de 600 pessoas poderão ser alojadas. Outra unidade, para 350 pessoas, também deve ser inaugurada para receber as pessoas "mais vulneráveis, as mulheres, as crianças que precisam de acompanhamento muito mais importante".

Segundo ela, há possibilidade de abertura de mais alojamentos do tipo. "Se precisarmos criar outros centros, isto será feito". No entanto, ela ressalta o caráter temporário dos abrigos. “A principal vocação é dar abrigo às pessoas para orientá-las a outros dispositivos de alojamento", diz.

Para Hidalgo, "após a multiplicação dos desalojamentos de acampamentos em condições sanitárias indignas em Paris, era necessário mudar de método".

Jornal Midiamax