Mundo

Sorriso da ‘Mona Lisa’ foi usado em outra obra de Da Vinci

Mesmo trabalho de sombras foi encontrado na "Bella Principessa"

Midiamax Publicado em 13/08/2015, às 00h15

None
monalisagettyimages.jpg

Mesmo trabalho de sombras foi encontrado na “Bella Principessa”

O enigmático sorriso da “Mona Lisa”, provavelmente o mais famoso da história da arte, foi usado em outro quadro do gênio italiano Leonardo da Vinci, na obra chamada “BellaPrincipessa“.

A constatação – feita por um estudo conduzido por Alessandro Soranzo e Michel Newberry, ambos da Universidade Sheffield Hallam, do Reino Unido, e publicado no jornal “Vision Research” – ajuda também a confirmar a autoria da pintura, até então duvidosa.

As características do sorriso da “Mona Lisa” já haviam sido alvo de outra pesquisa, esta da Harvard Medical School e publicada em 2005 pela revista “Nature”. Nela, descobriu-se que o sorriso foi pintado com um jogo de sombras que o deixa mais aberto e evidente ao ser olhado perifericamente, e não centralmente. Segundo o estudo, essa parte do quadro pode ser vista melhor quando o observador não olha diretamente para a boca da “Gioconda”.

Sabendo disso, os pesquisadores da Sheffield Hallam compararam os sorrisos da “Mona Lisa” e da “Bella Principessa” e perceberam que o trabalho realizado em ambos é muito semelhante e, definitivamente, do mesmo artista, no caso, Da Vinci.

“Através de vários experimentos psicofísicos, demonstramos que a mudança da inclinação com a qual se vê a boca da ‘Bella Principessa’ gera a ilusão que definimos como ‘um sorriso esquivo'”, disseram os autores do trabalho.

Jornal Midiamax