Onda de calor deixa mais de 700 pessoas mortas na Índia

Os termômetros na região marcam 47ºC na sombra
| 26/05/2015
- 23:08
Onda de calor deixa mais de 700 pessoas mortas na Índia

Os termômetros na região marcam 47ºC na sombra

A onda de calor na Índia já matou mais de 700 pessoas, em uma semana. O sudeste do país é o lugar mais quente. O estado de Andhra Pradesh tem o maior número de vítimas: mais de 500 pessoas morreram de calor.

Os termômetros na região marcam 47ºC na sombra e o ar seco piora a situação. A maioria das vítimas morreu de insolação e de desidratação. São idosos, moradores de rua e homens que trabalham na construção civil e ficam expostos ao sol. As crianças e as mulheres grávidas também sofrem mais. A previsão é de que esse calor dure ainda mais duas semanas.

Para agravar ainda mais a situação, só 30% da população de mais de 1,2 bilhão de habitantes tem acesso à eletricidade. Ar condicionado e ventilador são artigos de luxo para a maioria dos indianos e mesmo aqueles que têm força em casa estão enfrentando quedas de energia constantes, por causa do aumento do consumo.

Esse calor todo não é comum na Índia, mas os estudos sobre o aquecimento global estão prevendo temperaturas cada vez mais altas e mais frequentes.

Veja também

Caso seja confirmada, seria a segunda morte por essa causa no centro-norte do país nas últimas semanas

Últimas notícias