Mundo

Nigéria: Boko Haram liberta 234 mulheres e crianças reféns

De acordo com a Anistia Internacional, o grupo deve ter raptado cerca de 2 mil mulheres e crianças desde 2014

Clayton Neves Publicado em 02/05/2015, às 19h00

None
nigeriaexercitosequestradastwitter.jpg

De acordo com a Anistia Internacional, o grupo deve ter raptado cerca de 2 mil mulheres e crianças desde 2014

As tropas nigerianas anunciaram nesta sexta-feira (1º) a libertação de 234 mulheres e crianças reféns do movimento extremista Boko Haram que estavam retidas na floresta de Sambisa, no Nordeste da Nigéria.

Nos últimos dias, os militares já resgataram cerca de 500 mulheres e crianças que tinham sido raptadas pelo grupo. A operação está sendo efetuada em várias frentes “para resgatar os reféns civis e destruir todas as instalações terroristas”.

Na quinta, as tropas da Nigéria tinham anunciado a libertação de 60 mulheres e cerca de 100 crianças presas pelo Boko Haram. Na terça, 200 meninas e 93 mulheres foram libertadas.

De acordo com a Anistia Internacional, o Boko Haram deve ter raptado cerca de 2 mil mulheres e crianças desde 2014, que devem ter sofrido abusos psicológicos e sexuais e usadas para trabalhos forçados.

Não há qualquer confirmação de que entre as reféns libertadas estejam as 219 crianças raptadas em abril de 2014 em uma escola em Chibok, na Nigéria.

Agora, as autoridades estão tomando providências para a identificação de todas as resgatadas.

Jornal Midiamax