Mundo

Funcionário da Morgan Stanley rouba dados de 900 clientes

A empresa garantiu que não há evidência de prejuízos econômicos para seus clientes

Gerciane Alves Publicado em 06/01/2015, às 12h41

None

A empresa garantiu que não há evidência de prejuízos econômicos para seus clientes

Um funcionário da Morgan Stanley roubou dados de cerca de 900 clientes, entre eles nomes e números de contas, e os publicou na internet durante um curto espaço de tempo, informou nesta segunda-feira a empresa americana de serviços financeiros.

O funcionário, que não foi identificado, foi demitido, acrescentou a Morgan Stanley em um comunicado divulgado em seu site.

A empresa garantiu que não há evidência de prejuízos econômicos para seus clientes e ressaltou que, apesar de parte dos dados dos mesmos terem sido publicados na internet, essas informações foram eliminadas da rede.

“Foram roubadas informações parciais das contas de até 10% de todos os clientes do Wealth Management. Os dados roubados não incluem senhas e números de seguros sociais”, relatou a entidade financeira.

A Morgan Stanley está trabalhando com as autoridades competentes para realizar e concluir uma investigação exaustiva sobre o incidente, acrescentou a nota.

Jornal Midiamax