Mundo

Condenado na Indonésia se casa um dia antes de execução

Australiano Andrew Chan formalizou união com sua namorada Febyanti Herewila

Gerciane Alves Publicado em 28/04/2015, às 14h03

None
andrew.jpg

Australiano Andrew Chan formalizou união com sua namorada Febyanti Herewila

Traficante de droga australiano condenado à morte na Indonésia, Andrew Chan se casou nesta segunda-feira (27) em uma cerimônia organizada dentro da prisão de Nusakambangan, onde ele pode ser fuzilado nesta terça junto com outras nove pessoas, entre elas um brasileiro.

Chan, de 31 anos, casou-se com sua namorada Febyanti Herewila na presença de familiares e amigos próximos. As autoridades da Indonésia notificaram os familiares e os países de origem de cada um dos condenados no último fim de semana sobre a execução da pena em 72 horas.

Apesar dos apelos da comunidade internacional, o governo indonésio segue firme na decisão de fuzilar os condenados por tráfico de droga, assim como já fez em janeiro.

Entre os 10 condenados que devem ser mortos está o brasileiro Rodrigo Muxfeldt Gularte, de 42 anos. Ele foi preso em julho de 2004 ao entrar no país com seis quilos de cocaína camuflados em pranchas de surfe. No ano seguinte, foi condenado à morte.

Jornal Midiamax