MidiaMAIS / TV & Novela

Nem xixi de jacaré tira 'Império' do fundo do poço e novela amarga vermelho até na virada

Por onde anda o público do folhetim? Nem capítulos especiais atraíram telespectador

João Ramos Publicado em 04/08/2021, às 10h58

Virada foi ao ar nesta terça-feira
Virada foi ao ar nesta terça-feira - (Foto: TV Globo)

Quase 100 capítulos já se passaram desde a estreia da reprise de "Império" no horário nobre da TV Globo. Vencedora do Emmy em 2015, a novela foi escolhida a dedo como tapa-buraco para suceder à parte final inédita de "Amor de Mãe" em abril deste ano.

De lá para cá, 98 episódios foram exibidos, e nesse alto número de capítulos, apenas quatro ficaram na meta de audiência ou acima dela. Com a missão de atingir pelo menos 30 pontos no Ibope para a faixa, "Império" tem amargado míseros 26,7 pontos de média geral - número considerado catastrófico.

Nos capítulos que abriram a semana, segunda (2) e terça (3), a Globo levou ao ar a grande virada e o acontecimento mais marcante do folhetim: o rejuvenescimento de Cora. Após fazer uso de xixi de jacaré, a megera voltou a ter sua aparência da juventude para tentar perder a virgindade com o comendador José Alfredo (Alexandre Nero).

Rejuvenescida, Cora tentou seduzir José Alfredo sem sucesso (Foto: TV Globo)

Este é o principal ato de "Império": a novela é lembrada justamente pela troca de atrizes no meio da história, para que o enredo continuasse a ser contado sem prejuízos. Funcionando como grande virada e chamariz de audiência, as sequências não atraíram o público e o folhetim seguiu no vermelho, marcando 27 pontos nos dois capítulos.

Os índices alcançados no momento de grande importância para a obra são, inclusive, inferiores aos de segunda e terça-feira passadas, dias 26 e 27 de julho.

Marjorie Estiano reapareceu no capítulo desta terça (3) no papel da vilã (Foto: TV Globo)

Por onde anda o público de Império?

Grande sucesso em 2014, quando foi transmitida originalmente, "Império" não tem despertado interesse na maioria do público brasileiro. Há 7 anos, a saga do comendador virou febre e mania nacional, mas flopa desastrosamente em sua reapresentação.

Enquanto isso, na Record TV, "Gênesis" se mantém consolidada com público fiel sem quedas abruptas ou vermelhos vergonhosos. Estaria o telespectador do horário nobre da Globo acompanhando a trama bíblica da concorrente?

Troca de atrizes

O entrecho exibido nesta terça-feira, quando Cora aparece na pele de Marjorie Estiano, foi a solução encontrada pelo autor Aguinaldo Silva para a necessária saída de Drica Moraes da novela. Intérprete de Cora na fase mais velha da história, Drica teve complicações de saúde e precisou deixar a trama bem antes do fim. Desesperado e precisando dar continuidade à trama, o autor não tinha como ficar sem vilã. 

A saída foi trazer de volta a atriz que interpretou Cora na primeira fase do folhetim, Marjorie Estiano, fazendo a personagem rejuvenescer milagrosamente em mais de 20 anos. O rejuvenescimento da vilã, no entanto, não é explicado de imediato. Cora reaparece encarnada em Marjorie e todos ficam chocados com sua "nova velha" cara, mas ela não revela como conseguiu tal feito.

Drica e Marjorie dividiram o papel (Fotos: TV Globo)

A explicação só acontece na reta final, em um encontro com Téo Pereira (Paulo Betti). "Eu quando era novinha", dirá Cora, mostrando uma foto sua do passado. O blogueiro se impressionará e a questionará. "Não mudou nada! Depois me diz qual é o creme que você usa".

Em tom de ironia, a vilã vai revelar o tão questionado segredo da juventude. "Não é creme, é líquido... Xixi de jacaré", responderá deixando Téo Pereira de boca aberta. "Curuzes". Cora ainda dirá que enriquecerá um dia com a fórmula. "Mas não espalha, um dia vou patentear e ficar rica", afirmará a megera.

Jornal Midiamax