MidiaMAIS / TV & Novela

'De Deus'? Tão erótica quanto novela da Globo, Gênesis impressiona pela 'picância'

"Gênesis", trama bíblica da Record TV, está 'pegando fogo' na fase de José do Egito

João Ramos Publicado em 04/10/2021, às 09h31

Egípcia espiou seu escravo tomando banho na piscina e ficou com "fogo"
Egípcia espiou seu escravo tomando banho na piscina e ficou com "fogo" - (Foto: Record TV)

Taxada como novela "evangélica" por seus próprios telespectadores, "Gênesis" tem feito sucesso na programação da Record TV e agrada seu público-alvo, mesmo apresentando certa "picância" considerada, por muitos, acima do tom.

Isso porque as cenas quentes de insinuação sexual no folhetim bíblico têm impressionado, principalmente, pelo fato da obra ter cunho religioso. Sequências mais "fogosas" dominaram a trama da Record TV, especialmente na fase de José do Egito. Na web, a antagonista Neferíades (Dandara Albuquerque) chegou a ser chamada de tarada.

Principal estrela dos momentos considerados pornográficos, Neferíades "atenta" José (Juliano Laham) a todo momento, tentando tirar a virgindade de seu escravo e fazê-lo ceder às suas fantasias.

Vida de Neferíades é baseada em tentar fazer sexo com José (Fotos: Record TV)
Vida de Neferíades é baseada em tentar fazer sexo com José (Fotos: Record TV)

100% do tempo da vilã são voltados para conseguir, de alguma forma, seduzir seu empregado, que sempre foge às suas duras investidas. Insatisfeita, a mulher de Potifar tentará destruir José pela recusa insistente do mesmo em "possuí-la", como a própria já disparou na trama.

Em todas as cenas que aparece, Neferíades ou está assediando o rapaz, ou está pensando em alguma maneira de tê-lo. Muito correto e ainda virgem, José se resguarda e não tem coragem nem vontade de fazer sexo com a patroa, principalmente em respeito ao marido dela, seu também patrão, Potifar.

Mas Neferíades não é a única responsável por "esquentar" a história da bíblia. Vários outros personagens, em especial as mulheres, pedem todos os dias "mais tempo de cama" com seus maridos em tons pra lá de claros e insinuativos. Nas redes sociais, as egípcias do folhetim têm chocado os telespectadores pela explicitude em uma obra bíblica.

Malvada, Neferíades faz "Gênesis" ter picância acima do normal (Foto: Record TV)
Malvada, Neferíades faz "Gênesis" ter picância acima do normal (Foto: Record TV)

O excesso de momentos de conotação sexual fazem a trama ser até comparada com a novela "pornográfica" da Globo, "Verdades Secretas". A diferença é que a vênus platinada vai um pouco além e exibe sequências de nudez. "Gênesis", no entanto, é tão clara quanto "Verdades Secretas" em suas cenas "picantes", que não se resumem a míseras insinuações.

Diferente da Globo, a Record TV não se atreve a transmitir a nudez de seus atores, mas, tirando isso, o teor sexual não fica nada aquém de "Verdades Secretas", tanto que os próprios telespectadores de "Gênesis" começaram a comparar os folhetins.

"Achei que pornografia era na Globo. Pra uma novela evangélica, #Gênesis tá pornográfica demais", comentou um internauta. "Essa Neferíades transforma a novela em um verdadeiro filme pornô. Que isso Record TV?", disse outro, abismado. "Gente, Gênesis dá quase um banho em Verdades Secretas, hein... não sabia que a Record fazia novelas assim, a hipocrisia", escreveu um telespectador.

"Novela para a família tradicional brasileira. Para o cidadão de bem, não tem problema assistir cena pornográfica de novela na Record e ainda em novela bíblica, o problema é só se for na Globo", comentou uma internauta. "Minha vó pira com essas cenas da Neferíades e fala que a Record tá pior que a Globo, isso é que é novela de Deus, né?", revelou outra.

Após incansáveis tentativas, egípcia não conseguirá nada com o hebreu feito de escravo (Fotos: Record TV)
Após incansáveis tentativas, egípcia não conseguirá nada com o hebreu feito de escravo (Fotos: Record TV)

A picância em demasia já está causando estranhamento no público conservador cultivado pela Record TV. Com novelas bíblicas, a emissora de Edir Macedo busca manter e atrair uma parcela evangélica para a sua programação — a mesma que foge da Globo. Ao apresentar uma obra mais "quente" que o normal, para um telespectador não acostumado, o canal deixa os mesmos pasmos, chegando a ser comparada com o produto mais picante e, dito pornográfico, da concorrente.

A reação boquiaberta não interferiu de forma negativa nem positiva para a audiência, que permanece intacta na casa dos 12 pontos, satisfatórios para a emissora. Apesar de pasmo com a tal "pornografia", o telespectador de "Gênesis" segue assíduo acompanhando o folhetim e de olho nas investidas de Neferíades a José.

Jornal Midiamax