MidiaMAIS / TV & Novela

Autora da Globo toma coragem e critica emissora por cortes em Pega Pega: 'era importante'

Cláudia Souto manifestou seu descontentamento após Pega Pega ter sequências fundamentais excluídas na reprise

João Ramos Publicado em 30/08/2021, às 12h23

Thiago Martins é Júlio na novela das sete
Thiago Martins é Júlio na novela das sete - (Foto: TV Globo)

Quebrando protocolos e fazendo o que ninguém tem coragem de fazer, Cláudia Souto, autora da novela "Pega Pega", reclamou da edição da reprise de seu folhetim, exibido de segunda a sábado pela TV Globo, no horário das 19 horas.

Em seu Twitter, a escritora se manifestou após ficar revoltada com os cortes feitos pela Globo na novela. "Caramba, as cenas que levam Júlio a se entregar ficaram no churrasco?", indagou Cláudia, que logo depois apagou a publicação.

Ela ficou decepcionada por cenas importantes que levavam um dos protagonistas, Júlio (Thiago Martins), a confessar sua participação no roubo do hotel Carioca Palace, terem sido eliminadas na edição. Não contente, ela compartilhou sua frustração com a atitude dos editores da emissora.

"Eu sempre soube que é um compacto da novela, porque 'Cara & Coragem' [sua próxima novela] estreia em maio, depois de 'Quanto Mais Vida Melhor' [a próxima inédita da faixa]. Precisa condensar 184 capítulos [de 'Pega Pega'] em pouco mais de 100. Mas esse era um capítulo importante", escreveu a autora com um emoji chorando de tristeza.

Cláudia Souto, autora de "Pega Pega" e Luiz Henrique Rios, diretor da novela (Foto: TV Globo)

Um dos motivos que justificam os cortes da emissora no folhetim é a baixa audiência. Sem êxito, "Pega Pega" tem sido cortada diariamente para acelerar a edição na busca de uma reação no Ibope. A trama também é longa, possui 184 capítulos: grande demais para o tempo necessário do tapa-buraco até a inédita "Quanto Mais Vida Melhor" estrear.

No entanto, no referido capítulo de sábado (28), tais cortes não poderiam ter acontecido pelo entendimento da história, conforme pontuou a novelista, que disse entender a redução da obra, mas não naquele dia.

Peitou

É comum que a Globo detone edições de reprises, cortando e retalhando cenas, editando de maneira porca, entre outros detalhes, mas não é normal os autores, funcionários do canal, reclamarem dos relaxismos que são levados ao ar. Muito pelo contrário, os contratados costumam até passar pano para as porquices bizarras.

Cláudia Souto foi na contramão e tornou público seu descontentamento com o que foi feito em seu folhetim. Vários fãs de "Pega Pega" aproveitaram o ensejo da autora e comentaram suas decepções com a edição:

Jornal Midiamax