Nesta quinta-feira (11), a ativista e defensora de animais, Luisa Mell, saiu em defesa da cantora Wanessa Camargo, que está confinada no BBB, após viralizar um vídeo da artista matando um inseto, apesar de ser vegana. Na ocasião, a artista foi repreendida por Yasmin Brunet.

Em seu relato, Luisa Mell aproveitou para falar sobre a relação do veganismo e os insetos, tirando dúvidas dos seguidores que questionaram a postura da cantora no reality. Em seu comunicado, a ativista explicou que também mata pernilongos.

“Veganismo é uma filosofia de vida que busca, na medida do possível e praticável, excluir qualquer tipo de crueldade e exploração dos animais. Tanto para alimentação, para vestuário ou para qualquer tipo [de coisa]. Os insetos, na verdade, causam um pouco mais de polêmica. Por exemplo, pernilongo. Sim, eu confesso para vocês, eu também mato pernilongo. Como eu disse para vocês, é na medida do possível”, explicou ela.

Luisa ainda pontuou que uma pessoa não deve colocar a vida em risco por conta do inseto, já que alguns são transmissores de doenças. “Se estou em uma casa de praia que alugo e tem uma aranha e eu estou ali no meio da mata, eu não faço questão de matar. Eu tento pegar a aranha e colocar ela na mata. Acho que a gente também invade o local dos animais”, pontuou ela. “Se o animal não está colocando em risco a mim e a minha comunidade, eu acho que ele tem todo o direito de viver. Por exemplo, as abelhas, elas são mais importantes para a vida na Terra do que a gente. Então a gente tem que viver em harmonia”, concluiu.