Muitas homenagens continuam sendo divulgadas em toda a imprensa e principalmente nas redes sociais, após a morte de Mário Jorge Lobo Zagallo, o único tetracampeão mundial de futebol. Zagallo morreu, aos 92 anos, na noite desta sexta-feira (5).

As despedidas são dos jogadores da Brasileira, que foram campeões da de 1994, ano em que Zagallo foi auxiliar técnico da equipe. Entre os atletas que deixaram homenagens nas redes sociais, estão: Bebeto, Taffarel e Ricardo Rocha. Outros famosos do mundo da bola, de outros mundiais, também postaram fotos e divulgaram homenagens a Zagallo, como Ronaldinho Gaúcho, que divulgou em seu instagran: “Obrigado por tudo, mestre!!! Descanse em paz”.

Já Galvão Bueno se emocionou ao falar da morte do “Velho Lobo”, como era carinhosamente chamado por muitos. O locutor esportivo falou da amizade com a lenda do futebol brasileiro, numa entrevista ao programa “É de Casa”, da Rede Globo. “Tenho certeza de que ele vai brilhar muito agora em uma outra dimensão”.

Galvão Bueno emocionado ao falar da morte de Zagallo. (Foto/Reprodução).

Haja emoção!

Galvão pediu para uma das apresentadores do programa, Maria Beltrão, escrever “Zagallo eterno” no celular, e depois contabilizou: “13 letras! Esse é o nosso querido Zagallo, deixa eu mandar uma mensagem para ele agora”, comentou o narrador.

Galvão disse ainda que Zagallo foi brilhante, como profissional e ser humano, que tinha nível diferenciado no futebol. “Parta com Deus, Zagallo. Deus vai recebê-lo muito bem. Tenho certeza que ele (Zagallo) agora vai brilhar em outra dimensão”, comentou Galvão Bueno.

Único tetra-campeão do mundo, Zagallo foi campeão – como jogador, nas Copas do Mundo de 1958 e 1962. Em 1970, como treinador da e, em 1994, como auxiliar técnico de Carlos Alberto Parreira.

Com informações do portal Metrópoles