Onze dias antes de morrer, o cantor João Carreiro lançou uma falando da morte de seu avô, Eurípedes Corrêa. Na última semana, o sertanejo estava empenhado na divulgação do single, que era uma homenagem ao patriarca e falava do luto, da admiração e da saudade que o sertanejo sentia de seu descendente.

Em vídeo publicado há menos de 10 dias, o cantor detalhou sobre o processo de composição da canção e o que ela representa.

“Meu avô, minha maior inspiração. A música ‘Meu avô' é a moda que eu mais chorei na vida porque nela eu conto como foi o detalhamento de quando meu pai me ligou dizendo que meu avô faleceu e o meu avô foi quem me deu a minha primeira viola caipira. E foi muito doído, mas graças a Deus o resultado ficou massa, espero que vocês gostem”, disse João Carreiro.

Na letra, o músico escreveu: “Quando recebi a notícia / Que meu avô faleceu / Meu pai me disse meu filho / Infelizmente não deu / Nosso caboquim danado / Grande companheiro amado / Agora foi morar com Deus”.

Confira:

Após a morte de João Carrero ser anunciada na noite desta quarta (3), e internautas comentaram emocionados as publicações do sertanejo sobre a música “Meu Avô”.

“Agora estão juntos no céu. Brilha com seu avô, porque sem dúvidas ele tem muito orgulho de você” e “Hoje, ver esse depoimento tem outro peso. Vá em paz menino, vá encontrar com seu vôzinho e cantar suas lindas canções pra ele. Obrigada por alegrar nossa vida”, foram alguns comentários que repercutiram.

João Carreiro morreu aos 41 anos na noite desta quarta (3), durante uma cirurgia para colocada de válvula cardíaca. Ele sofria de um prolapso da válvula mitral, popularmente conhecido como “sopro no coração”.