Conhecido por seu trabalho nos filmes “Operação França” (1972) e “O Exorcista” (1974), o diretor William Friedkin morreu nesta segunda-feira (7), aos 87 anos. A informação foi divulgada por sua esposa, Sherry Lansing.

Um dos diretores que marcou os anos 70 do mundo cinematográfico, William ganhou um pela direção do “Operação França”, um thriller policial e foi indicado em “O Exorcista”, um dos maiores clássicos do terror.

Seu último trabalho nas telonas foi no filme “The Caine Mutiny Court-Martial”, com estreia prevista na competição do Festival de Veneza de 2023. A causa de sua morte ainda não foi divulgada.