A cantora Simaria participou da da nova temporada do programa “Que História é essa, Porchat?”, da GNT, que foi ar na noite desta terça-feira (14). No palco, ela acabou protagonizando uma cena constrangedora para o apresentador, os demais convidados e o público.

Ao reproduzir uma cena relacionada a um benzimento, ela deu um soco no estômago de . Ele e as demais convidadas do programa, Andreia Sadi e Fernanda Paes Leme, ficaram visivelmente desconfortáveis com a situação.

Simaria contava, antes do ocorrido, como foi visitar um benzedeiro na Bahia para curar um problema no estômago. “Minha dizia: ‘Você veio duas vezes aqui na Bahia e você não vai no benzedor?’ E eu dizia: Mãe, eu não vou. Mãe, meu setor é Deus. Eu não vou nesse negócio, mas minha mãe dizia: ‘Você vai, que você só vai curar esse estômago se você for no benzedor'”, disse.

Após a insistência da mãe, ela, o irmão, a cunhada, o segurança e um amigo decidiram visitar o benzedeiro. Em um determinado momento da história, ela pula em direção ao apresentador e fala: “O benzedeiro me deu uma surra de plantas e o segurança chegou para perguntar se estava bem”.

Reações

Os espectadores reagiram na web, comentando que a brincadeira “não tem graça”. Alguns, fizeram piada, lembrando do conflito entre Porchat e a influenciadora Gkay. “Para quem achou a entrevista da Gkay ruim, vejam a Simaria no programa do Porchat”, publicou uma internauta. “Simaria no Porchat é a nova Gkay na Tatá Werneck?”, publicou outra.

Outros comentários chamaram atenção para a intolerância religiosa por parte da cantora. “A Simaria destilando preconceito religioso e sendo extremamente inconveniente. Foi muito incômodo assistir. A Gkay teria sido melhor”, escreveu um telespectador.

A assessoria de imprensa da artista comentou sobre as acusações de intolerância religiosa feitas por alguns espectadores.

“Foi uma falta de interpretação do pessoal. Se ela tivesse sido preconceituosa, ela nem teria contato a história. Ela teria contato outra. Ela até fala que a avó era benzedeira. Ela não tem preconceito nenhum, com nenhuma religião. O negócio dela é com Deus, é direto com Deus. Ela não tem nenhum tipo de preconceito contra religiões”, disse.

Com informações de Splash

Saiba Mais