A trajetória do grupo Mamonas Assassinas está prestes a ser lançada nos formatos de série e filme, com a cinebiografia intitulada “O Impossível Não Existe”. Previsto para estrear em breve, o projeto já está gravado e os bastidores das filmagens foram marcados por acontecimentos sobrenaturais. É o que revela a atriz Fefe Schneider, de 21 anos, uma das estrelas da produção.

Os Mamonas Assassinas morreram em um acidente aéreo em 1996, apenas alguns meses após explodirem pelo Brasil, e deixaram inúmeros saudosos até os dias de hoje. Conhecida por narrar crimes reais no TikTok, Fefe Schneider está na obra cinematográfica sobre o grupo e presenciou alguns fatos bizarros por trás das câmeras.

Em entrevista ao Splash, no UOL, a atriz deu os detalhes. “O acidente parou o Brasil de fato, então, eu já cheguei às gravações querendo descobrir tudo sobre eles. As famílias dos meninos estavam muito dispostas a conversar. Fiquei sabendo de várias fofocas, pude acessar histórias legais. Dentro do set, várias coisas bizarras aconteceram”, disse.

“No dia que nós filmamos o último show deles, estava um sol absurdo e, do nada, o tempo fechou completamente, faltando uns dez minutos para começar a gravação diária, todo mundo maquiado, começou uma chuva de cair o mundo em Guarulhos. Todas as luzes acabaram”, iniciou ela.

Fefe então contou o que aconteceu em seguida. “A gente vai cancelar a gravação? A gente ficou esperando o que a prefeitura ia fazer porque deu um breu total. E só uma luz acendeu, uma luz em cima da amarela. O estacionamento inteiro apagado e a luz piscando em cima da amarela”, relatou.

Por enquanto, a previsão é de que a série dos Mamonas Assassinas seja lançada no segundo semestre de 2023 nos cinemas e, posteriormente, seja distribuída para as plataformas de streaming.