A cantora Luísa Sonza, 24, desabafou em suas redes sociais após ter sido proibida pela gravadora de lançar seu projeto ao vivo da turnê O Conto Dos Dois Mundos, com hits do álbum DOCE 22.

Luisa postou vídeos chorando e criticando a Universal por não liberar o lançamento. Vale lembrar que agora ela está na Sony, que disse estar disposta a ceder os direitos do projeto.

“Os fãs sabem que sempre sonhei fazer um ao vivo, ainda mais do Doce 22, que é tão importante. Fiz o ao vivo de um show da turnê O Conto Dos Dois Mundos, que tá lindo. Quando eu descobri que a Universal não iria liberar, eu evitei escutar. Está a coisa mais linda do mundo. Quem é artista sabe que a gente ama o que faz. Me dói demais pensar que tanta gente trabalhou nisso e simplesmente não liberaram”, iniciou.

“Eu já ofereci, eles podem pegar todo o disso, eu só quero que esse ao vivo saia. Eu só queria ter o ao vivo do meu show, do DOCE 22, que foi tão importante na minha vida, e vocês viveram isso comigo. Só queria uma celebração de tudo, e os caras não liberam. O que custa? Isso é uma minha. Eu dou todo o dinheiro que eles quiserem, tudo”, continuou.

“A razão que eles alegam é que não querem perder o dinheiro que o DOCE 22 dá para eles. Eles não queriam que os streams fossem divididos, só que faz 300 anos que foi lançado (2021) e eu estou disposta a dar os streams para eles se quiserem. Eu só quero que tenha registrado pra quem não pôde ver o show, não teve oportunidade ou não teve grana para ver o show. Estou nos últimos 15 shows da turnê, e depois vai acabar, nunca mais vai existir um registro oficial ao vivo porque a Universal não consegue liberar para mim minhas músicas, minha história. Como agora estou na Sony, os direitos dessas músicas iriam para a Sony, só que estamos dispostos a passar para a Universal. Universal, tudo que vocês quiserem eu faço, desde que vocês me deixem colocar na rua só esse ao vivo. Não quero dinheiro, nada. Eu e os fãs merecemos isso”, finalizou.

Saiba Mais