Responsável pela versão em inglês da música brasileira “Garota de Ipanema”, Astrud Gilberto foi uma das responsáveis pela internacionalização da bossa nova. A cantora morreu na segunda-feira (05), aos 83 anos.

A notícia foi compartilhada por sua neta, Sofia Gilberto, de 7 anos. “Venho trazer a triste notícia que minha avó virou estrela hoje e está ao lado do meu avô João Gilberto”, declarou.

Astrud Gilberto nasceu em Salvador e mudou-se para o com sua família em 1947. Em maio de 1960, a cantora fez sua primeira apresentação no show Noite do Amor, do Sorriso e da Flor, no anfiteatro da Faculdade de Arquitetura da UFRJ.

Em 1963, Astrud e seu marido mudaram-se para os Estados Unidos e no mesmo ano participou do álbum Getz/Gilberto juntamente com o saxofonista Stan Getz, com arranjos de Tom Jobim.

A cantora ganhou o Grammy de Música do Ano, em 1965 se tornando “A primeira mulher a ganhar o prêmio”, por “Garota de Ipanema” (com Stan Getz). A cantora baiana também recebeu o prêmio Latin Jazz USA pelo conjunto de sua obra em 1992 e foi incluída no International Latin Music Hall of Fame em 2002.