No último domingo (26), o ‘Domingo Espetacular’ teve acesso aos documentos que revelam o depoimento de uma funcionária de . Maria da Anunciação Lima, que trabalha há três anos na casa da família em Itu, interior de São Paulo, presenciou o início da briga e revelou como tudo começou.

Segundo a cozinheira, ouvida pela delegada Ana Maria Gonçales Sola, no dia 24 de novembro, o desentendimento teria começado devido uma discussão sobre dinheiro, assunto que era muito recorrente nas brigas entre Ana e Alexandre.

Maria relatou que, por volta das 15h, estava na cozinha trabalhando, enquanto a modelo conversava com o filho, de 9 anos. Ela explicava sobre “questões financeiras da família”. Ao entrar no cômodo e ouvir a conversa, o empresário “interveio de forma agressiva”. A funcionária disse ainda que Alexandre começou a brigar com a ex-esposa e que o filho do ex-casal teria ficado bastante nervoso. Maria teria então acompanhado o menino para um dos quartos da casa, que fica em um anexo da residência, enquanto o empresário e a modelo continuaram a discussão.

“[Maria] esclarece que durante a briga não ouviu nenhum tipo de ameaça ou injúria por parte dos contendores, mas que discutiam com exaltação. Alguns minutos após, Ana surgiu na porta do quarto da depoente e, aos prantos, disse que o marido havia lhe ferido no braço e que havia acionado a ”, dizia um trecho do depoimento.

Maria então socorreu Ana Hickmann e levou a modelo para dentro do quarto. “Em seguida, trancou a porta do cômodo, e o autor começou a bater na porta e pedir para Ana abrir a porta para conversarem”, revelava o documento. Ainda segundo o depoimento, Alexandre deixou a residência minutos antes da Polícia Militar chegar.

Apesar disso, Maria disse à polícia que “nunca presenciou qualquer tipo de agressão física, mas que sempre percebia discussões entre Alexandre Bello Correa e Ana e que, geralmente, o motivo das brigas era por questões financeiras”.