Disputando a mesma mulher em “Pantanal”, os atores Jesuíta Barbosa e Irandhir Santos, Jove e Zé Lucas, já foram um casal gay no cinema. Para fãs da dupla, é até engraçado vê-los brigando por Juma (Alanis Guillen) na novela das nove da Globo.

O filme em que os artistas viveram um romance quente é “Tatuagem”, de 2013, atualmente disponível na Netflix. No longa, Jesuíta e Irandhir são, respectivamente, um soldado que se apaixona por um artista no fim da década de 1970.

As cenas picantes que contracenou com Irandhir seguem mexendo com Jesuíta muitos anos depois. “Ainda hoje me faz tremer”, declarou ele ao Jornal Extra.

“Há um desejo de se incluir na novela algo do meu olhar, de minhas reflexões sobre o universo gay, a sexualidade. Querem extrapolar barreiras ali, que bom!”, disse o artista na mesma entrevista.

Sobre Jove de “Pantanal”, o intérprete faz questão de destacar: “Ele não é macho alfa, não tem corpo de galã, é quebrado, gauche, com nuances. E cria, como eu, uma confusão, até que se entenda a função da fragilidade, dos contrastes de masculino e feminino, Jove e Juma. Estas subversões me interessam muito”, afirmou Jesuíta.

Com o filme “Tatuagem” disponível na Netflix, internautas estão repercutindo o casal. Confira:

https://twitter.com/itslarad/status/1539045653082431488
https://twitter.com/thcelsox/status/1532536397491494912