Depois de mais de um mês no , desde que nasceu em 21 de junho, a pequena Maria Guilhermina recebeu alta.

A filha mais nova do casal Juliano e Letícia Cazarré veio ao mundo com anomalia de Ebstein, uma doença congênita no coração e, por isso, permaneceu internada desde o seu nascimento.

Agora, a recém-nascida foi liberada e finalmente pôde ir para casa nesta segunda-feira (1º). Letícia, a da bebê, deu a notícia em primeira mão.

“Hora da alta. Vamos continuar em São Paulo, mas fora do hospital”, contou ela, que mora no com o marido e outros quatro filhos que o casal têm.

A alta foi recebida e comemorada com muita alegria pela família, que estava apreensiva, mas nunca perdeu a fé.