Afastado da televisão desde 2016, o apresentador e humorista Jô Soares morreu na madrugada desta sexta-feira (5), aos 84 anos, mas a causa da morte ainda não foi informada pela família.

Ele fez sua última aparição na TV em 2021 e deu uma pequena entrevista ao Jornal Nacional. O assunto era a vacinação contra a e Jô estava indo tomar a segunda dose da vacina.

“Eu sei que tem gente que toma a primeira dose e não toma a segunda, eu não entendo, e tem gente que não toma a vacina. Isso é realmente uma coisa medieval. Mais vacinas para todos e valorização da ciência e dos cientistas. Eu realmente só não fico desesperado porque eu acredito muito, muito no Brasil, mas é fogo porque de vez em quando vem um balde de água, e você vê que falta muito”, declarou o apresentador, dentro do carro.

Apesar do desolador, o humorista afirmou ter esperança. “Não podemos entrar em desespero, nós temos que batalhar para que todo mundo tenha a vacina, que o governo compre as vacinas, porque é a única que existe contra esse vírus. […] Beijo do gordo, de máscara”, encerrou Jô.