Internação

Maurílio foi transferido no dia 20 do América para o Instituto Ortopédico de Goiânia (IOG), para dar continuidade ao tratamento com cobertura do plano de saúde. Ele também foi diagnosticado com um inchaço no cérebro.

Na última quarta-feira (22), o cantor voltou a ter o funcionamento dos rins, mas seguiu fazendo hemodiálise. No domingo (26), o cantor precisou trocar antibióticos após apresentar problemas respiratórios. Na manhã seguinte, o sertanejo teve quadro estabilizado após ter dificuldade para respirar durante o dia e a noite anteriores. O relatório médico detalhou que o cantor teve broncoespasmo, que foi revertido, e teve o antibiótico trocado. Nesta terça (28), seus médicos relataram uma piora, a última atualização antes de sua morte na tarde seguinte.

Saiba Mais