MidiaMAIS / Famosos

Marco Pigossi toma vacina nos EUA e dispara: “É pra gerar indignação”

Ator criticou o governo brasileiro pelo atraso na vacinação e culpou o presidente Jair Bolsonaro pelas 410 mil mortes por Covid-19 no país

Nathália Rabelo Publicado em 05/05/2021, às 17h08

Marco Pigossi tomou a 1ª dose da vacina
Marco Pigossi tomou a 1ª dose da vacina - Foto: Reprodução

Aos 32 anos, o ator Marco Pigossi publicou uma foto nas redes sociais nesta quarta-feira (5), na qual aparece tomando a primeira dose da vacina contra a Covid-19, nos Estados Unidos. Por lá, 44% da população já teve acesso ao imunizante.

Na legenda do clique em preto e branco, o ex-global resolveu alfinetar o governo brasileiro, expondo a realidade: por aqui, a vacinação está atrasada em relação aos EUA.

“Diante de tantas perdas no nosso país, decidi postar. Porque o intuito é mesmo gerar indignação”, escreveu Pigossi.

Ainda no post, o ator de Cidade Invisível, da Netflix, culpou o presidente Jair Bolsonaro pela situação no Brasil. “Indignação com um líder que ignorou uma doença e é diretamente responsável pela morte de mais de 400 mil brasileiros. Aqui o líder que ignorava a doença foi trocado. O novo presidente, com um plano honesto e organizado, já vacinou metade da população”.

“Ontem foi o segundo dia consecutivo sem mortes na Califórnia. Ontem foi o dia em que perdemos um ícone que o Brasil tanto amava. Ontem poderia ter sido evitado. Poderia ter sido evitado mais de 400 mil vezes”, declarou ainda, referindo-se ao humorista Paulo Gustavo.

Jornal Midiamax