MidiaMAIS / Famosos

De saco cheio dos filhos, Cid Moreira se pronuncia: 'comida estragada é uma infâmia'

Esposa do jornalista virou alvo de inquérito policial

João Ramos Publicado em 04/08/2021, às 08h52

Imagem de vídeo postado pelo jornalista em 2019, quando ele estava sendo cuidado pela esposa 'com muito amor'
Imagem de vídeo postado pelo jornalista em 2019, quando ele estava sendo cuidado pela esposa 'com muito amor'

Cid Moreira, de 93 anos, está cansado das polêmicas provocadas por dois de seus filhos, que solicitaram à Justiça a interdição do jornalista e a prisão da esposa dele, alegando maus-tratos e até cárcere privado da mulher para com o pai, além de afirmarem uma suposta demência do apresentador.

Rodrigo Moreira e Roger Moreira, filhos do comunicador, chegaram a declarar que a madrasta, Fátima, serve comida estragada a Cid e abandona o marido "ao Deus dará" por pelo menos 15 dias, saindo para se divertir e deixando o idoso sem medicação.

Em vídeo enviado ao programa "A Tarde É Sua", de Sônia Abrão, o jornalista disse estar constrangido com as "mentiras" inventadas pelos filhos. "Gosto muito da variedade [de alimentos]. Isso de dizer que estou sendo impedido de comer e [recebendo] comida estragada... Isso é uma infâmia. Uma coisa terrível. Fico até constrangido de falar uma coisa dessa", desabafou ele.

"A Fátima é uma pessoa muito amorosa. Ela ajuda todo mundo. Sempre prestativa. A realidade é isso que vocês estão vendo: estou morando muito bem, com toda vitalidade, produzindo agora para o Instagram e YouTube, que está cada vez melhor", afirmou Cid.

Presente de Deus

A esposa do jornalista virou alvo de um inquérito policial no Ministério Público do Rio de Janeiro. Os filhos do apresentador pedem a prisão preventiva da madrasta por considerarem que ela se apropriou dos bens do idoso e faz uso deliberado do patrimônio dele.

"Não sei por que está acontecendo isso, porque considero a Fátima um presente de Deus. Eu pedi, e Ele me deu uma mulher. No final do ano comemoraremos 21 anos de casamento. Estou muito satisfeito. Não estou sendo maltratado como estão dizendo. Olha aí meu martírio", declarou.

A confusão familiar foi exposta publicamente em julho, quando Roger, filho adotivo de Cid, foi deserdado pelo pai. Insatisfeito com a decisão, o rapaz procurou o programa "Balanço Geral" da Record TV e abriu a boca. Posteriormente, Rodrigo, filho biológico do jornalista, se juntou a Roger e os dois formalizaram o processo pedindo a interdição do apresentador e a prisão da madrasta.

Jornal Midiamax